sábado, 4 de julho de 2009

A melhor hora do dia


Quase 23h , estou cansada, com fome , mas estou muito feliz.
Vou explicar porque.
Hoje foi a comemoração de final de semestre da orquestra que faço parte.
A cada seis meses fazemos um Festival onde se apresentam corais, bandas, orquestras, e afins.
A apresentação começou às 7:45 ( com atraso, é claro!), mas estávamos no clube desde as 15:30h.
Correu tudo bem, alguns deslizes,uns tropeções, mas final feliz.
Nem sei porque estou falando de música, já que o assunto é totalmente diferente.
Ah! Lembrei!
Tivemos um intervalo antes de começar ao Festival e fiquei pensando em como estava frio e em como seria bom estar em casa tomando um capuccino quentinho.
Seria , definitivamente a melhor hora do dia.
Lembrei de quando minha caçula era pequena e não queria de jeito nenhum ir para o jardim de infância.
Todas as manhãs era a mesma coisa, uma choradeira sem fim, leite entornando na toalha da mesa, ela agarrando-se aos meus cabelos, aos meus brincos e uma vontade de chorar junto com ela.
Afinal, ela só tinha 3 anos de idade e era dona dos cachinhos mais lindos que já vi na vida..
Após várias semanas de soluços e corações partidos, tive uma idéia brilhante!
Sentei ao lado dela no sofá enquanto penteava seus cachinhos e perguntei:
- Você sabe qual a melhor hora do dia?
Ela olhou bem dentro dos meus olhos e respondeu:
- Não sei mamãe, qual é?
- É a hora de buscar você na escolinha, respondi.
Ela ficou quieta e eu continuei , por isso você tem que ir para a escolinha.
Se você ficar em casa, como teremos a melhor hora do dia?
Aquela hora em que você pula nos meus braços, engancha as pernas em torno da minha cintura e me conta tudo o que aprendeu, as musiquinhas que cantou, os desenhos que pintou e eu aperto você , encho suas bochechas de beijos e vamos para casa almoçar.
A partir daquele dia, ela parou de chorar e quando ameaçava um choramingo eu perguntava:
- Qual a melhor hora do dia?
Imediatamente ela gritava:
- Hora de "bucar"!

Nana Pereira

4 comentários:

Isadhora disse...

Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii que coisa mais liiiiiiiiiinda!!!

Tinha que ser a nega, né!!!
Xuxuzinhaaaaaa da prima-irmã!!!!

cachos mais lindos??
com esse cabelo lambido agora fica ate dificil acreditar!!! rssss

Mas amei a hora de "bucar" na escola!!!!
hihihihihihihi

Aninha Leme disse...

ihihi
vc pensa que me enganava com essa balela, no final eu já repetia com aquele muxoxo: hora de bucarrrr (sacos)

mas uma coisa eu tenho de dizer: Parabéns pela paciência, porque tem dias que nem eu me aguento!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

te amo!

beijos

Mônica disse...

Estou dando uma passadinha!
E encantei com a história. Se toda mamae tivesse ideias brilhantes como voce. As filhas não teriam problemas. Tudo tem uma solução quando existe o amor.
Gostei muito de você.
com carinho Monica

Blog do Óbvio disse...

Nádia, que coisa linda esse carinho com a Aninha. Ela foi fiel à sua explicação, que, também foi muito verdadeira. Carinhoso beijinho maternal. Manoel.